Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

#Be_One Be_Original

One Life, One Day, One boy.

#Be_One Be_Original

One Life, One Day, One boy.

O maior medo.

    Quase, quase a começar...

    Voltar ao inicio de mais um ano letivo.

    Recomeçar mais uma vez implica encarar uma nova rotina, pôr de parte os momentos de lazer e encarar os novos trabalhos e desafios que aí vêm. 

    No entanto, encarar novos desafio implica de nós muita força, muita vontade, porque cada começo implica voltar ao stress, à ansiedade, à alegria, à tristeza, mas acima de qualquer um... implica encarar o desconhecido.

   Sempre achei que o maior medo que nós temos é daquilo que simplesmente não conhecemos ou que não temos confiança, aquilo a que eu chamo desconhecido.

   Ninguém tem medo do escuro se souber o que o espera... Simplesmente temos medo do escuro porque ao não conseguirmos ver o que está à nossa frente faz-nos pensar em coisas que nos fazem tremer, nada mais que o simples desconhecido.

   É o desconhecimento aquilo que mais nos leva a perdermos a confiança em nós próprios.

   Mas temos que o enfrentar.

   Não sei o que se avizinha quando a próxima segunda-feira chegar, mas sei que a terei que enfrentar, tal como todo o desconhecido, que de repente passou a ser bem conhecido.

Setembro

    Setembro.

    Chegou. E com ele chega o fim do verão, o fim das tardes sem fazer nada, o fim das noites de festas, o fim dos emigrantes pelas ruas, o fim das horas de calor insuportáveis (bem, isto é incerto ahah).

    Chega a altura de voltar à rotina, de criar novas rotinas, de viver novas experiências.

    Se chegou rápido? Se chegou devagar? Isso depende do que cada um de nós espera deste mês.

    É um mês que de certo modo é mal encarado por todas e mais algumas razões que aqui ja foram escritas. 

    Para mim? 

    Bem, para mim é um mês de renovação, é mais um mês. Um mês onde muito pode ser feito! 

    Portanto, venha ele!

Do Início

    É no início que tudo começa. Tudo tem que ter um começo, ainda que não seja aquele que nós planeamos.

    A nossa vida é cheia de inícios e de fins. Etapas que começam, etapas que terminam.

    Vamos vivendo estes ciclos, sempre em busca que o seguinte seja melhor que o anterior.

    Com a vinda de setembro, um novo ciclo se avizinha. Mais um monte de novas vivências que estão prestes a acontecer.

    O espírito permanece o mesmo, sempre que um novo início se aproxima. É o espírito de confiança, de empenho, determinação e audácia.

    As expectativas? Não sei se existem, mas sei que tudo o que vier será para melhor.

    Só pode ser assim!