Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

#Be_One Be_Original

One Life, One Day, One boy.

#Be_One Be_Original

One Life, One Day, One boy.

Handwritten

   Tenho momentos em que dou por mim a não saber o que fazer. Ponho os phones, e deixo-me levar pelo que ouço, e penso no que me rodeia...

   Nunca ninguém me explicou o que é sentir.

  Basta clicar no Play, para tudo começar... Mas será possível fazer replay depois de ouvirmos?

   E ao ouvir... o poder que as músicas têm sobre nós, sinto vontade de agir, de correr, fugir, tentar ser tudo aquilo que desejo. Mas chego a meio do caminho e deixo-me cair na tentação de me deixar cair.

   Desejo ficar sozinho, para poder falar.

  Falar comigo mesmo, pensar e refletir no que nos dizem, ou até naquilo que lemos e no que por vezes acabamos por saber e dizer...

   E assim me deixo estar, nesta solidão que desperta em mim, uma força, que mais ninguém em consegue restituir.

   É ao fazer isto que ganho as forças para enfrentar o mundo, restabeleço a energia gasta a batalhar e me preparo para o que aí vem.

   Necessito de momentos de solidão, para me conseguir sentir bem comigo e com os outros. Para alguns é difícil compreender, mas para mim é assim que as coisas funcionam.

   Tenho aquele desejo de que se pudesse avançava nos momento menos bons, mas tenho consciência que é neles que recomeçamos, que nos ergue-mos mais fortes que antes.

    Por isso, acho que vale viver assim, sentido e ouvindo o que faz questão de ser ouvido por nós, portanto continuamos a clicar no play, em busca de algo que ainda não vivemos antes.

  

1 Ano Depois!

ONE DAY, ONE BOY

     E bem... aqui está o meu primeiro post no meu blog: #Be_One Be_Original .

     Um blog de um simples rapaz, interessado em ciência, fotografia, música, viagens e muitas outras coisas que serão aqui apresentadas.

(...)

 

   E foi assim que tudo começou há um ano atrás, com este primeiro post.

   Hoje, o blog #Be_One Be_ Original, celebra o seu primeiro aniversário, que passou a voar.

   Lembro-me de sentir que precisava de um sítio onde podemos escrever tudo o que sentia, pensava, tudo aquilo que gostava e o que não gostava, e aí surgiu... Porque não criar um blog?

   E assim surgiu.

   É libertador quando publicamos aqueles post que vamos escrevendo.

   Assim o blog acaba por e tornar num refúgio de ideias, de pensamentos, de registo de momentos e até de palavras que por não serem ditas, ficam registadas na mesma.

   É um lugar onde sou apenas eu, um verdadeiro eu, onde deixo a minha marca.

   Por vezes falta a inspiração, falta aquela fluidez de ideia, mas é nessas alturas que me ponho a reler o que já escrevi e a refletir o porquê de ter escrito tudo aquilo.

   Um ano já passou, e neste ano foram escritos mais de 100 post, dos quais me orgulho imenso! Mas muitos mais vêm aí. Novas rubricas e novos posts.

   E como tudo começou à um ano atrás, hoje penso... ainda bem que tive aquela iniciativa, pois não me arrependo nada.

   E obrigado a todos aqueles que lêm as palavras que escrevo. O objetivo nunca foi atingir um público, foi apenas escrever por puro prazer, mas obrigado!

   Tal como começou, aqui fica um novo reinicio!

   Vamos lá ver como vai ser!

  

 

 #Be_One Be_Original 

One Day | One Boy | One Life