Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

#Be_One Be_Original

One Life, One Day, One boy.

Aquecimento Global

11.07.17 | #Beone

     Todos nós já ouvimos falar em aquecimento global. Mas será que damos a devida importância ao que estas palavras querem dizer? Será que pensamos sobre o que isto poderá causar?

     Temos visto, ao longo dos tempos, grande alterações climáticas em todo o mundo, e já pensamos a causa de tudo isso? Pois é muito simples, é graças à ação desmedida do Homem que tudo isto acontece, que pode tornar-se no pior pesadelo da história da Humanidade!

 

    O aquecimento global, afeta o planeta Terra, e sendo este um sistema complexo acaba por afetar todos os outros que estão relacionados com ele, e isto inclui afetar todos os seres vivos, e isso inclui o ser humano também.

 

  O  Aquecimento global é o processo de aumento da temperatura média dos oceanos e da atmosfera da Terra causado por massivas emissões de gases que intensificam o efeito de estuda, originados de uma série de atividades humanas, especialmente a queima de combustíveis fósseis e mudanças no uso da terra, como o desflorestação, bem como de várias outras fontes secundárias.

   Essas causas são um produto direto da explosão populacional, do crescimento económico, do uso de tecnologias e fontes de energia poluidoras e de um estilo de vida insustentável, em que a natureza é vista como matéria-prima para exploração. 

 

  Aumento da temperatura - Como?

 

 

A → A radiação solar atravessa a atmosfera e é absorvida pela Terra, aquecendo-a

B → Alguma radiação solar é refletida pela Terra de volta ao espaço.

C → Parte da radiação infravermelha (calor) é refletida pela superfície da Terra mas não regressa ao espaço, sendo refletida de novo e absorvida pela camada de gases de estufa à volta da Terra, o que faz com que se crie este efeito de estufa.

 

 

    Com o aumento da concentração dos gases de efeito de estufa emitidos pelo homem , como é o caso do dióxido de carbono (CO2) e do metano (CH4) e de outros gases, estes atuam obstruindo a dissipação do calor terrestre para o espaço, o que leva a que haja um aumento da temperatura média do planeta.

    O aumento de temperatura ocorre desde meados do século XIX e deverá continuar enquanto as emissões destes gases continuarem elevadas.

 

Consequências

. Degelo das regiões polares;

. Subida do nível das águas;

. Alterações climáticas;

. Aumento da quantidade de pragas e epidemias;

. Extinção de muitas espécies.

 

Soluções

 .Diminuição da emissão de gases poluentes

. Diminuição do consumo da eletricidade

. Utilização de transportes públicos

. Utilização de energias renováveis

 

O Aquecimento Global afeta todos, como tal, cabe a cada um de nós a resolução deste problema

Porto

09.07.17 | #Beone

PARTE II

 

Anteriormente:

" E aqui fica um pouco do relato daqueles dias em que estive no Porto. (...) Fomos passear pelas ruas da Universidade do Porto, vimos a Torre dos Clérigos, visitamos a Livraria Lello, com uma arquitetura fantástica e a um escadaria muito interessante. Parámos para lanchar numa pastelaria ali perto e fomos ver a conhecida rua de S.Catarina, com as suas lojas intermináveis, cheia de pessoas a ver as montras. "

 

       Como seria de esperar, chegamos ao final da tarde com uma grande dor de pés de termos andado tanto a pé, sendo que ainda nos conseguimos perder no caminho da livraria lello até à rua de S Catarina, e o que nos valeu foi que encontramos umas senhoras muito simpáticas que nos indicaram amavelmente o caminho, e nos relataram um pouco da sua vida no Porto e nos indicaram alguns sítios para visitarmos.

      Chegamos então a casa, descansamos 5 minutinhos, e fomos logo arranjar-nos para ir jantar fora. Apanhamos o metro, e foi fantástico ver a paisagem da ponte quando se passa lá de metro! Assim, fomos a um self-service oriental, onde tinha várias refeições, desde sushi até outros tipos de peixe e carne. Foi bom o jantar.

      Eram 21:45h quando decidimos ir ao El Corte Inglés, que ficava mesmo na rua ao lado, ver as imensas lojas que por lá existiam, e após isso, andamos pelas ruas do Porto, fomos ao Hard Rock Café, quando chovia torrencialmente, e acabamos por ir  para uns bares perto da Universidade do Porto.

        Terminamos a noite, em casa, a falar uns com os outros até altas horas, e no dia seguinte, já estávamos levantados 12:00H para preparar o almoço para depois irmos para o 1º dia do Edp Beach Party.

         Apesar do vento, foi incrível, todas aquelas pessoas, tudo a divertir-se, tudo a aproveitar o momento, fantástico!

        No dia seguinte a dose foi basicamente a mesma, a diferença é que após chegarmos a casa, completamente cansados de uma noite de festival, fomos de direta apanhar o autocarro para voltar para casa.

         E sei que adormeci no autocarro, mas que cheguei a casa feliz, por ter sido um fim de semana espetacular, com as melhores pessoas, que certamente será para repetir!

 

Ver PARTE I » http://beonebeoriginal.blogs.sapo.pt/porto-25083

 

 

 

Imagem relacionada

 

Resultado de imagem para porto noite

 

Resultado de imagem para universidade do porto a noite

Foto de Glam Magazine.

 

Foto de EDP BEACH PARTY.

 

 

        

Sopro

07.07.17 | #Beone

     Estamos rodeamos de mundo. À direita, à esquerda, atrás, à frente... Tudo à nossa volta se resumo ao mundo.

     Todos nós, cada um de nós, estamos inseridos nesse mundo, que vamos construindo aos poucos, peça por peça.

     Mas será assim tão fácil conseguir inserir tudo o que é nosso nesse nosso próprio mundo, nesse mundo que é construido por nós?

     Não entendo, mas por vezes tenho a sensação de que tudo aquilo que eu construí me foge por entre os dedos.

     Como é possível, a obra abandonar o criador?

      Não o entendo... é incrível como tudo o que nos rodeia um dia nos desilude, nos engana, nos desmotiva com um simples toque, uma simples palavra, ou até mesmo um simples gesto.

      Não é fácil falar nisto, nunca o foi, mas também acho que nunca o será.

      Sinto que cada vez mais estou sozinho, que me entregaram às feras e que agora só  me resta sobreviver.

      Não sei porque o fizeram, mas sei que o fizeram, e agora apenas me resta fazer-lhes a vontade.

      Nunca pensei que algo pudesse vir acontecer, mas a realidade é esta, aconteceu!
      Não sei que fazer, nem que que dizer. Sinto-me dividido entre o passado e o presente.

      É difícil aceitar o que aconteceu, ver que nem tudo é tão perfeito à nossa volta como sempre pensamos que fosse, perdermos os nossos pilares, percebermos que eles são tão ou mais imperfeitos que nós próprios.

      E agora? Onde me agarro?

      Tudo uma novidade inesperada, algo que me afeta mas que ao mesmo tempo me tem que ser indiferente, da melhor e da pior forma possível.

      Resto apenas eu, aquela atitude egoísta, mas que cada vez mais acredito ser aquela que nos mantém seguros no sítio, que nos mantém fiel ao que nós realmente somos.

      Apenas eu, e só eu, que mesmo sendo imperfeito, conheço-me minimamente, e sei com o que poderei contar. 

      Tudo à nossa volta não passa de uma simples mundo, construído por nós, peça por peça, que nos deixa enclausurados dentro dele, que após longos anos de esforço e carinho, nos abandona, nos faz sofrer, e nos deixa assim, livres dele e do seu enredo.

      E assim, invento formas de poder viver e de crer, fingindo ser ignorante, e pensar na melhor forma de poder dar aquilo que não consigo dar, e sinto tudo isto como um sopro, que passa efémero, mas que me arrasa por que apenas passando, ele passou.

      Querer fugir, querer correr, e nunca mais olhar para trás, deixar o que já foi meu e começar aquilo que me pertence, como é isso possível?

 

 

 

 

      É tão simples escrever, mas tão complicado de viver...

Blogs Portugal

06.07.17 | #Beone

    Faço parte da grande blogosfera nacional, pertenço aos Blogs Portugal.

    Ter um blog torna-se muito mais do que escrever umas simples palavras, é muito mais que isso... Ter um blog é como construir algo nosso, algo que se identifica de certo modo com nós próprio.

    O Blogs Portugal é realmente uma plataforma onde os vários blogs se juntam, no sentido de se darem a conhecer neste mundo, de se fazerem ouvir. E acaba por ser muito útil, uma vez que aí temos acesso a muitos outros blogs, a muitas outras ideias, a novos conteúdos, e os nossos pontos de vista, alargando assim o nosso espetro de ação.

     Ter um blog é ter um sítio onde podemos expressar os nossos interesses, e só quem tem um é que entende o quanto isso é desafiante,

    

Porto

06.07.17 | #Beone

   PARTE I

 

    E aqui fica um pouco do relato daqueles dias em que estive no Porto.

    O autocarro esperava por mim às 08:10h da manhã de quinta-feira, e la fui eu e mais alguns amigos.

    Após algumas horitas de viagem lá chegamos ao Porto, e começou assim a nossa primeira caminhada, com malas atrás, pela cidade invicta em busca do apartamento que tinhamos alugado.

    Após vários minutos a percorrer a calçada torta com a mala atrás, conseguimos chegar à rua do apartamento e o mais engraçado é que pensavamos que o google maps estava mal, porque não o viamos em lada algum, mas que na realidade estava a menos de 20m de distância.

    Eram perto da 11:30h da manhã, e como o check-in era só ao 12:30h, fomos para uma café, com um ar bastante clássico à espera do senhorio do apartamento.

    Passado esse tempo, e já com as compras feitas, fomos então conhecer os nossos aposentos temporários.

    A casa era fantástica, super bem localizada, mesmo no centro da cidade, e era super cómoda, com as suas paredes brancas.

     Após o almoço, fomos passear pela cidade, e pelas diferentes ruas que nos apareciam á frente.

     Passamos pela Câmara Municipal, pelo McDonald's considerado o mais bonito de todos, andamos pelas diferentes ruas, até chegarmos à estação de S. Bento, andamos pela conhecida ponte de D.Luís, onde se fazia sentir um vento muito forte  e por onde passavam os metros, sempre com imensa gente, mas com uma paisagem única sobre a cidade.

     Após isto, fomos passear pelas ruas da Universidade do Porto, vimos a Torre dos Clérigos, visitamos a Livraria Lello, com uma arquitetura fantástica e a um escadaria muito interessante. Parámos para lanchar numa pastelaria ali perto e fomos ver a conhecida rua de S.Catarina, com as suas lojas intermináveis, cheia de pessoas a ver as montras.

     O resto continua noutro post...

 

Ver PARTE II » http://beonebeoriginal.blogs.sapo.pt/porto-25542

 

 

Resultado de imagem para livraria lello fachada

 

Resultado de imagem para ponto d luis

Resultado de imagem para ponte d luis metro

Resultado de imagem para universidade do porto