Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

#Be_One Be_Original

One Life, One Day, One boy.

#Be_One Be_Original

One Life, One Day, One boy.

Jantar Surpresa

      Eram perto das 17:50 de ontem, quando fui fazer a minha típica consulta às redes sociais e vi uma mensagem a dizer "Jantar às 20:30H, passamos em tua casa para te buscar".

      E não foi que a minha melhor amiga me decidiu organizar um jantar para celebrar os meus 18 anos, às minhas escondidas?

     Fiquei impressionado, nunca me tinham organizado algo assim!

     Adorei! Foi bom sentir que tenho aqueles comigos, que se preocupam e que fizeram a minha noite de sábado ser diferente.

     Foi bom vê-los todos lá, por minha causa.

     Sinte-me lisonjeado e ao mesmo tempo feliz!

    E só me resta dizer: obrigado!

18

    E chegaram eles, os 8teen.

    Vai ser diferente? Vai ser igual? Não sei como será...

    Eu apenas quero mais e mais , e melhor, quero viver esta vida, ao máxima, ser feliz, cumprir os meus sonhos, poder ser surpreendido pelo que vier, pois o que virá será melhor.

    Não ponho expectativas para não me desiludir.

    Só sei que quero mais, quero viver mais momentos de dizer "Wow, não podemos voltar atrás".

    Agora "aquela idade de responsabilidades".

    Quero ver mais do que o mundo tem para me dar a conhecer. Sinto que ainda há muito para eu descobrir, muito para eu sentir, muito para eu experimentar.

    A aventura ainda vai no início, e o que vem aí, bem, vamos ver...

    Quero aproveitar o que a vida tem para me dar.

    É fácil de recordar tudo o que já vive, mas o que o futuro me guarda poderá ser bem melhor, e por isso quero viver o presente.

    E assim, sinto que eu ciclo está prestes a terminar, mas outro prestes a começar.

    O tempo passa rápido, mas nós nem damos por ele.

    Quero mais, quero melhor, quero ser eu, quero ser feliz, quero viver os meus sonhos.

    há momentos que ficam para sempre nas nossas memórias, e eu acredito!"

Margem

     Margens...
     Vivo perto de uma grande margem, entre o que sou e o que quero ser.

     À margem de tudo e de todos. Numa linha que nada delimita.

     Naquela margem, prestes a ir para um lado ou para o outro.

     Quando penso que estou na margem, sinto os pés molhados pela água, mas não só aí estou numa margem.

     A minha própria vida é uma margem. A qualquer momento pode mudar, e mal damos conta do que foi, do que é, e do que será.

    Vivemos a fugir das coisas, tentamos estar à margem dos problemas, mas ao mesmo tempo queremos viver.

    Ficamos na margem.

    Sem tomar qualquer decisão. Observando o que nos rodeia.

    E estando à margem, estamos bem, estamos felizes, porque estamos lá.

    Felizes por não estarmos nem nenhum dos lados, mas ao mesmo tempo pertencermos aos dois simultaneamente.

    É à margem que eu quero estar.

    É à margem de tudo que eu quero ficar.

    É essa margem que quando se aproxima nos obriga a mudar de linha, e a seguir em frente.

 

The Beat Generation

     What can I say about The Beat Generation?

 

    In first place I can say that "The Beat Generation" was a group of young people who influenced the American culture in the post-World War II era.

    They were a group of people who had a new way to see and to face the world, with nem ideologies and thoughts. For example, they rejected the consumis, the conformist and the materialism. But, they also defended the sexual liberation, the ambiental consciousness, the Eastern spirituality and the global peace.

    Many people decribe The Beat Generation as being a group of rebellious, radical and experimental people, since they had crazy mind, free spirit, they liked travel and the party environment where there are a lot of drugs and alcohol.

    The Beat Generation influenced the American Culture, like Litarature, because a lot of books were published, lik the famous "On the Road". They also like jazz music.

 

    To sum up, we can say that The Beat Generation was a counterculture where a lot of people express their feeling and their thoughts without filters.

 

Pág. 1/2